terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Juntos ao Luar, de Nicholas Sparks

Sinopse: Quando pela primeira vez contemplam juntos a noite de lua cheia, John e Savannah sentem a força inequívoca de um amor nascente invadir-lhes os corações jovens e expectantes. Mas a realidade não tarda a impor-se, precipitando uma vaga de acontecimentos que os coloca perante encruzilhadas de vida brutais. As longas separações e o peso quase insuportável da saudade impelem Savannah a tomar uma decisão difícil que irá mudar os seus destinos para sempre… No entanto, será a John que caberá a mais amarga de todas as decisões, aquela que ditará os seus futuros de uma forma irrevogável. Mas por mais dolorosa que seja, a escolha certa torna-se sempre nítida quando sabemos o que significa amar verdadeiramente alguém… Um romance soberbo, que nos traz Nicholas Sparks no seu melhor.




Completamente apaixonante. É uma história de amor que toca a todos os românticos como eu. Foi um livro que me ensinou também que devemos ter paciência com quem nos rodeia, principalmente as pessoas que amamos, pois algum dia, por algum motivo ou de qualquer maneira, podemos perdê-las. O Jonh afastara-se do pai por não ter paciência para as suas constantes conversas sobre moedas, e quando começou a compreendê-lo ele ficou doente, aproximando-se a passos largos da morte.
“O Tim mostrou-me que o amor significa preocuparmo-nos mais com a felicidade da outra pessoa que com a nossa própria felicidade, por muito dolorosas que as opções com que nos deparemos sejam.” Penso que este excerto exprime na perfeição o final da história de Savannah e Jonh, provando-nos que nem sempre as histórias de amor acabam com “viveram felizes para sempre”, o que causa um enorme sentimento de revolta a quem gosta de histórias com finais felizes e as vive intensamente.
Dito isto, está mais que óbvio que recomendo este livro, principalmente aos que gostam de chorar com bons romances.



Ana

2 comentários:

katy disse...

Há muito que tinha ouvido falar de Nicholas Sparks, e no Verão passado surgiu a oportunidade e comprei 2 ou 3 livros dele. São histórias bonitas, mas esperava bem mais. Fiquei algo desiludida com algumas inconsistências, apesar de compreender que as pessoas gostam de um romance exacerbado e absolutamente cego. ;)

Anónimo disse...

it was very interesting to read. I want to quote your post in my blog. It can? And you et an account on Twitter?